15 de set de 2010

A Legenda de Santa Eustóquia



a legenda de Eustóquia de Messina

Existem duas redações da Legenda. A primeira, de 17 de julho de 1493, é conservada na Biblioteca Cívica de Ferrara(ms.II 199); a outra pertence à Biblioteca Comunal de Perusa (ms. 1108) concluída a 25 de março de 1510. A redação de Ferrara parece mais vizinha à cópia que de Messina foi enviada a Foligno por ocasião da reunião na Porciúncula em 1486, um ano e meio depois da morte de Eustóquia. Os manuscritos de Ferrara e de Perusa contém, além disso, uma segunda carta de Jacoba escrita à distância de quatro anos da morte de Eustóquia; o manuscrito de Perusa traz, depois da segunda carta, uma primeira carta, aquela em que Jacoba comunicava, por ocasião da Porciúncula de 1485, a morte de Eustóquia, ocorrida em janeiro, acrescentando que já tinha sido escrita a Vita, e que as irmãs de Messina se dispunham a escrever o que pedira a abadessa da Clarissas de Foligno, Bem- aventurada Cecília Coppoli.

Nenhum comentário:

Postar um comentário